iniciativas ecológicas em estádios e equipas

janeiro 12, 2024 0 Por

O futebol é uma paixão nacional no Brasil, mas não se trata apenas de apostas esportivas online, ele também pode ser uma ferramenta para promover a sustentabilidade e a proteção ambiental. Neste artigo, vamos conhecer algumas iniciativas ecológicas que estão sendo implementadas em estádios e equipas brasileiras, mostrando que o esporte pode ser um aliado na construção de um futuro mais verde.

Estádios sustentáveis: exemplos de inovação e responsabilidade ambiental

 

Os estádios de futebol são grandes consumidores de recursos naturais, como água e energia, além de gerarem uma grande quantidade de resíduos. Por isso, é fundamental que eles adotem medidas para reduzir seu impacto ambiental e se tornarem mais sustentáveis. No Brasil, alguns estádios se destacam por suas práticas ecológicas, como:

 

  • Neo Química Arena: o estádio do Corinthians conta com um sistema de captação e reuso de água da chuva, que abastece os banheiros e irriga o gramado. Além disso, o estádio possui painéis solares que geram energia limpa e renovável para o seu funcionamento.
  • Castelão: o estádio de Fortaleza foi o primeiro do Brasil a receber o selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), que certifica construções sustentáveis. O Castelão possui um sistema de energia solar que atende 70% da demanda do estádio, além de um sistema de coleta seletiva e compostagem dos resíduos orgânicos.
  • Beira-Rio: o estádio do Internacional também possui o selo LEED, graças às suas ações sustentáveis, como a instalação de lâmpadas LED, que reduzem o consumo de energia em 75%, a captação e reuso de água da chuva, a reciclagem dos resíduos e a utilização de madeira certificada na sua estrutura.
  • Mineirão: o estádio de Belo Horizonte foi o primeiro do mundo a receber o selo ISO 20121, que reconhece eventos sustentáveis. O Mineirão possui uma usina solar que gera energia suficiente para abastecer 1.200 casas por mês, além de um sistema de captação e reuso de água da chuva, que economiza 6 milhões de litros por ano. O estádio também promove ações de educação ambiental e inclusão social.

Equipas sustentáveis: exemplos de engajamento e conscientização

 

Além dos estádios, as equipas de futebol também podem contribuir para a sustentabilidade, através de campanhas e projetos que envolvem os jogadores, os torcedores e a comunidade. No Brasil, algumas equipas se destacam por suas iniciativas ecológicas, como:

 

  • Red Bull Bragantino: a equipa paulista realizou uma partida virtual contra as queimadas em Bragança Paulista, em parceria com o Instituto de Pesquisas Ecológicas (IPÊ). A cada 15 interações em uma publicação no Twitter, o Bragantino marcava um gol. E a cada gol marcado, 50 mudas de árvores eram doadas para serem plantadas na Fazenda Serrinha. O jogo terminou 10 a 0 para o Bragantino e 500 novas árvores foram entregues.
  • Fluminense: a equipa carioca lançou uma campanha chamada “Floresta Tricolor”, que visa plantar uma árvore para cada sócio-torcedor do clube. A iniciativa conta com o apoio da SOS Mata Atlântica e pretende recuperar áreas degradadas na região do Rio de Janeiro.
  • Santos: a equipa paulista criou um projeto chamado “Santos Sustentável”, que busca promover ações de sustentabilidade dentro e fora do clube. O projeto inclui medidas como a instalação de placas solares na Vila Belmiro, a substituição das sacolas plásticas por ecobags nas lojas oficiais, a implantação da coleta seletiva e a realização de mutirões de limpeza nas praias.
  • Bahia: a equipa baiana é uma das mais engajadas em causas sociais e ambientais no Brasil. O Bahia possui uma camisa feita com material reciclado, que leva o slogan “Nasce um torcedor, nasce uma árvore”. A cada camisa vendida, uma árvore é plantada em parceria com a ONG Iniciativa Verde. O clube também apoia projetos de conservação da biodiversidade, como o Tamar e o Baleia Jubarte.

Conclusão

O futebol sustentável é uma tendência que veio para ficar. Estádios e equipas brasileiras estão mostrando que é possível aliar a paixão pelo esporte com a responsabilidade ambiental, contribuindo para a construção de um futuro mais verde para todos. Essas iniciativas ecológicas são exemplos de inovação, engajamento e conscientização, que podem inspirar outras áreas da sociedade a se juntarem à essa causa.