Nova Iguaçu inicia vacinação contra dengue

fevereiro 26, 2024 0 Por Admin

Nova Iguaçu inicia vacinação contra dengue




A partir deste sábado (24), a Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de Nova Iguaçu vai iniciar a vacinação contra a dengue para crianças e adolescentes, de 10 a 14 anos. O município recebeu 20.320 doses do imunizante, que chegaram na sexta-feira (23).

Nesta primeira etapa, serão imunizados jovens de 10 a 11 anos. Neste sábado, a vacinação acontece no Centro de Saúde Vasco Barcelos, no Centro (das 8h30 às 16h); na policlínica do Shopping Nova Iguaçu, no bairro da Luz (das 8h às 20h); e no Top Shopping (das 8h às 17h), também no Centro. Já no domingo, a imunização segue no Centro de Saúde Vasco Barcelos (das 8h30 às 16h); e na Policlínica Shopping Nova Iguaçu, no bairro da Luz (das 8h às 20h). Durante a semana, todos esses locais também estarão vacinando.

De acordo com a SEMUS, a partir desta segunda-feira (26), as clínicas da família de Jardim Paraíso e de Vila de Cava também vão ter vacinação contra a dengue. O horário de funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

“Daremos início a uma imunização importante dentro do calendário vacinal e é preciso que pais e responsáveis levem seus filhos. A vacina é mais um reforço no combate à dengue, mas os cuidados para evitar os focos dos mosquitos precisam ser diários”, afirma o médico e secretário de Saúde da cidade, Dr. Luiz Carlos Nobre Cavalcanti.

A vacina não pode ser aplicada em gestantes, lactantes e pessoas que tomaram vacinas da Tríplice Viral e Febre Amarela há menos de 30 dias. É preciso levar comprovante de residência, CPF do menor ou cartão do SUS e caderneta de vacinação.

As ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como a Dengue, Chikungunya e Zika, em Nova Iguaçu, foram reforçadas em todas as regiões da cidade. Equipes da Superintendência de Vigilância Ambiental em Saúde (Suvam) estão atuando com agentes de endemias nas ruas em visitas a imóveis residenciais e comerciais. Além disso, o carro fumacê também está fazendo o controle nas regiões com maior incidência de casos notificados, como Posse, Vila de Cava e Figueira.

Outra estratégia para conter o avanço da doença é a intensificação do trabalho dos agentes de endemias com o tratamento perifocal, que consiste na aplicação de inseticida em locais com maior tendência de infestação por acúmulo de água parada, como cemitérios, ferros-velhos e borracharias.